A Entidade - Adunesp

Data-base 2019: Primeira rodada de assembleias aponta plano de recuperação de perdas como pauta econômica central

As entidades que compõem o Fórum das Seis reuniram-se nesta terça-feira, 25/3, para tabular e discutir as sugestões enviadas pelas categorias em sua primeira rodada de assembleias da data-base 2019.
Foi geral nas assembleias a concordância com a proposta de centrar a campanha salarial deste ano em três pontos centrais: o reajuste salarial (“Arrocho, não! Isonomia, já!”), defesa das universidades (luta pelo financiamento público adequado, liberdade de cátedra, plano de permanência estudantil, recursos para os HUs etc.) e contra a reforma da Previdência. Assim, será preciso travar as nossas lutas específicas – contra o desmonte das universidades, contra o arrocho salarial e em defesa da isonomia, por melhores condições de trabalho e estudo – em sintonia com a resistência e a reação às reformas em curso, como a previdenciária.
Em relação à reivindicação salarial, as assembleias usaram como subsídio o estudo divulgado no Jornal do Fórum, que trouxe o Salariômetro 2019, mostrando os reajustes salariais necessários para voltar ao poder aquisitivo de maio/2015, maio/2016, maio/2017 e maio/2018, conforme a tabela abaixo, calculada com a inflação (ICV-Dieese até janeiro/2019).
Na maior parte das assembleias da primeira rodada, servidores docentes e técnico-administrativos acharam necessário evidenciar a reivindicação destas perdas. Assim, partindo do princípio de que o primeiro passo para a recuperação de nossas perdas históricas é o referencial imediato de perdas (maio de 2015), e que várias assembleias de base sinalizaram para que seja colocado na mesa de negociação com o Cruesp um plano de reposição salarial que, no prazo mais curto possível, atinja esse objetivo, e comece por um percentual que não eleve o comprometimento da folha das universidades a patamares que possam justificar que os reitores se recusem, de pronto, a qualquer negociação, o Fórum das Seis indica às categorias nessa próxima rodada de assembleias (de 1 a 9/4) que avaliem a seguinte redação para a reivindicação salarial deste ano:

- considerando as perdas desde maio de 2015 (índice Dieese), que se estabeleça o compromisso do Cruesp com o Fórum das Seis de um plano de recuperação salarial – articulado à arrecadação de ICMS – que se inicie com uma parcela de 8% de reajuste em maio/2019 para todos + 3% na Unesp para compensar a não concessão dos 3% em maio de 2016.

Clique para acessar a matéria completa, com quadros e outras informações sobre a data-base 2019

  Adunesp     Adunesp  
Site Desenvolvido por InfoPlus