A Entidade - Adunesp

Mais uma reunião entre sindicatos e reitoria: Números mostram que 13º salário de 2019 está “bem encaminhado”

A quarta reunião entre representantes da Adunesp e do Sintunesp com membros da reitoria e da Comissão de Orçamento da Unesp aconteceu na tarde de 22/5/2019, quarta-feira. A intenção principal foi dar continuidade às reuniões de 21/2, 21/3 e 17/4, que haviam discutido a situação do 13º salário dos estatutários. Na reunião de 21/3, ficou acordada a criação de uma conta corrente específica para receber os valores destinados ao 13º salário e às férias de 2019, conforme proposto pelos dois sindicatos, e também a realização de reuniões mensais entre as partes, para acompanhamentos desta conta e de tudo o que se refere ao 13º salário e às férias.
Neste quarto encontro, participaram: João da Costa Chaves Júnior e Antônio Luís de Andrade (pela Adunesp); Alberto de Souza e Claudio Roberto Ferreira Martins (pelo Sintunesp); Valdomiro Rodrigues de Souza e Djalma Bovolenta como representantes técnico-administrativos na Comissão de Orçamento. Pela reitoria: o pró-reitor de Planejamento Estratégico e Gestão Leonardo Theodoro Büll, os membros da assessoria técnica da reitoria José Roberto Ruggiero e Rogério Buccelli, os assessores da Edson A. Capello Sousa e Maurizio Babini, além dos demais membros da Comissão de Orçamento (Júlio César Torres, Cássio Roberto Macedo Maia, José Roberto Ernandes).

Como foi a reunião
Os representantes da reitoria reafirmaram que a conta específica já conta com um depósito de R$ 25 milhões e concordaram com a proposição dos sindicatos, de alocar também os R$ 83 milhões, decorrentes do acordo firmado com as secretarias de governo. O acordo prevê o repasse dos valores de salários destinados aos 644 funcionários da Unesp cedidos ao Hospital das Clínicas de Botucatu. Os R$ 83 milhões devem ser repassados à Unesp em junho. O pagamento deste pessoal continuou sob responsabilidade da Unesp, embora o HC tenha sido autarquizado em 2010 e, portanto, passado à responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde. Os membros da reitoria da Unesp informaram que continuam em tratativas com o governo para negociar que assuma, também, o pagamento das aposentadorias e pensões (pós 2010) dos servidores da Universidade alocados no HC.
Buccelli fez uma explanação sobre os números da arrecadação do ICMS. Embora ainda não assumam a previsão da Secretaria da Fazenda, de que o total arrecadado em 2019 será de R$ 108,2 bilhões, os técnicos do Cruesp já saíram das suas previsões iniciais e, agora, estimam uma arrecadação em torno de R$ 107 bilhões.
Segundo Buccelli, de janeiro a abril de 2019, o ICMS teve um crescimento nominal de 5,93% e real de 1,57%, em relação a igual período de 2018. Nos últimos 12 meses (maio/2018 a abril/2019), a arrecadação teve crescimento nominal de 5,49% e real de 1,27%.
Caso a arrecadação chegue aos R$ 108, 2 bi previstos pela Secretaria da Fazenda, já estará garantido o pagamento do 13º salário de 2019 e, também, nas palavras de Buccelli, “margem para algum reajuste”.
Os representantes dos sindicatos reafirmaram as previsões de arrecadação feitas pelo Fórum das Seis (que superam às da Fazenda), mostrando que haveria, inclusive, condições para conceder reajuste salarial agora e pagar os 3% de 2016.
Neste ponto, os representantes da reitoria argumentaram que reajuste salarial é pauta da mesa com o Cruesp, agendada para 27 de maio.

  Adunesp     Adunesp  
Site Desenvolvido por InfoPlus