A Entidade - Adunesp

Fórum das Seis convoca ato estadual para 12/6, na Unicamp: Reabertura das negociações e isonomia, já!

As entidades que compõem o Fórum das Seis reuniram-se nesta quarta-feira, 5/6/2019, para avaliar os resultados das assembleias de base. Frente à intransigência do Cruesp, que manteve sua proposta rebaixada de reajuste – os 2,2%, que não repõem nem a metade da inflação dos últimos 12 meses – e à decisão da reitoria da Unesp de ampliar a quebra da isonomia salarial, o indicativo do Fórum é pela ampliação das mobilizações e de construção do movimento grevista. Só nossa organização e mobilização podem fortalecer a luta!
O retorno das assembleias indicou o seguinte quadro:
- STU: Servidores técnico-administrativos da Unicamp aprovaram adesão à greve, com início em 6/6.
- Adunicamp: Docentes da Unicamp decidiram reforçar as mobilizações, dentro e fora da Universidade, ao lado dos outros segmentos, mas sem deflagrar greve neste momento.
- Sintusp: Servidores técnico-administrativos da USP mantêm-se mobilizados, mas decidiram não deflagrar greve neste momento.
- Adusp: Docentes da USP realizarão assembleia em 11/6.
- Sintunesp: Até a realização da reunião do Fórum das Seis, dentre as assembleias feitas, servidores técnico-administrativos de três campi haviam aprovado adesão à greve (Bauru, Botucatu e Assis). Vários campi ainda vão realizar assembleia.
- Adunesp: Até a realização da reunião do Fórum das Seis, dentre as assembleias feitas, docentes de dois campi haviam aprovado adesão à greve (Guaratinguetá e Rio Claro). Restam três assembleias a serem feitas (Bauru, Rio Preto e Instituto de Artes).
- Sinteps: Servidores administrativos e docentes das ETECs e FATECs estão em mobilização, mas sem indicativo de greve até este momento.
Em praticamente todas as assembleias foi aprovada a adesão à greve geral do dia 14/6, contra a reforma da Previdência.

Atenção aos indicativos do Fórum: Mobilizar, já!
Feita a análise das assembleias de base e do cenário que se coloca para as universidades estaduais paulistas, foi consensual entre as entidades que compõem o Fórum de que é preciso ampliar a mobilização, como única forma de reverter a política de arrocho salarial e de desmonte destas instituições.
Diante disso, o Fórum indica a realização de um ato público estadual no dia 12/6, em Campinas, em frente à reitoria da Unicamp, com concentração a partir das 10h30 e a seguinte pauta:
- Reivindicar do atual presidente do Cruesp, o reitor Marcelo Knobel, a imediata reabertura das negociações;
- Repudiar qualquer repressão ou assédio aos trabalhadores em luta nas universidades;
- Manifestar integral solidariedade das categorias da Unicamp, USP e Centro Paula Souza à comunidade da Unesp, na luta contra a perda da isonomia salarial e contra o desmonte que vem sendo realizado pelo reitor Sandro Valentini.

Clique e confira todos os detalhes no Boletim do Fórum, de 5/6/2019

Clique e confira os indicativos da Assembleia Geral da Adunesp, realizada em 5/6/2019

  Adunesp     Adunesp  
Site Desenvolvido por InfoPlus